Quando pensamos em CPD (no português Desenvolvimento Profissional Contínuo), os exemplos mais recorrentes são os de aprendizagem estruturada, como seminários e conferências.

Enquanto estes são excelentes exemplos de CPD, há também outras atividades menos óbvias como as seguintes:

  1. Contribuindo com pesquisas de mercado e ler seus resultados (relatórios), como a nossa Pesquisa de Propriedade Comercial (CPD informal)
  2. Realizar uma apresentação sobre um assunto técnico no qual foi necessária pesquisa e preparação (CPD formal)
  3. Completar o módulo de Ética Profissional ou de Gestão de Riscos (Valuation) oferecido gratuitamente pela RICS (CPD formal)
  4. Ouvir podcasts ou assistir vídeos relacionados ao seu campo de atuação (CPD informal)
  5. Ensinar ou ajudar na formação de profissionais e/ou colegas de trabalho no qual os objetivos sejam claros e os resultados de aprendizagem sejam definidos (CPD formal)
  6. Treinando para se tornar um avaliador APC (CPD formal)
  7. Qualquer curso ou seminário de ensino avançado organizado ou não pela RICS (CPD formal)
  8. Leitura da revista Modus ou outras publicações da indústria (CPD informal)

Como você pode notar, muitas dessas atividades fazem parte do seu dia-a-dia e não dependem de um tempo especialmente dedicado para realizá-las. Sendo assim, é provavelmente que você já tenha completado uma ou mais delas. Por isso, certifique-se de registrá-las no website da RICS antes do prazo 31 de dezembro.

Baixe nossa lista de atividades formais e informais de CPD para ver outros exemplos. Este documento também esclarece os tipos de atividades que contam para as necessárias 10 horas de CPD formal para o ano.

Se você tiver dúvidas sobre CPD ou sobre a ferramenta online, por favor, entre em contato com a RICS Regulation por meio do email: regulationamericas@rics.org (atendemos em português).

Read the next page in this section